Staging - Sistema FAEP/SENAR-PR

Produção de tabaco proporciona boa renda aos produtores

Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul respondem juntos por 97,5% da produção brasileira, que em 2016 totalizou 539 mil toneladas

O tabaco é uma das culturas que melhor remunera o produtor por hectare. Um estudo desenvolvido pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e divulgado recentemente pelo Sindicato Interestadual das Indústrias de Tabaco (Sinditabaco), aponta que mais de 80% dos fumicultores brasileiros pertencem às classes econômicas A (renda mensal familiar superior a R$ 14,4 mil) e B (rendimento mensal familiar entre R$ 4,6 mil e R$ 14,4 mil).

O Brasil se destaca no ranking mundial do fumo como o principal exportador e segundo maior produtor de tabaco em folha, atrás apenas da China. Em 2016, foram exportadas 481 mil toneladas do produto, gerando divisas da ordem de US$ 2,09 bilhões ao Brasil.

A atividade se concentra na região Sul. De acordo com a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul respondem juntos por 97,5% da produção brasileira, que em 2016 totalizou 539 mil toneladas. No âmbito regional, os gaúchos são os campeões, com 52% da produção, seguidos pelos catarinenses, com 28%, e pelos paranaenses, com 20%. De acordo com o estudo, o Sul concentra 144 mil fumicultores.

Leia mais sobre a cultura aqui.

Carlos Filho

Jornalista do Sistema FAEP/SENAR-PR. Desde 2010 trabalha na cobertura do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial). Atualmente integra a equipe de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR na produção da revista Boletim Informativo, programas de rádio, vídeos, atualização das redes sociais e demais demandas do setor.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX4A2022
  • AX4A2020
  • AX4A2016
  • AX4A2014
  • AX4A2015
  • AX4A2010
  • AX4A2011
  • AX4A2008
  • AX6A2625

Boletim no Rádio