Staging - Sistema FAEP/SENAR-PR

Preço do milho sobe 10% em outubro e alta deve continuar, diz Safras

Na última sexta-feira, 25, o cereal fechou com a saca valendo, em média, R$ 40,28; no curto prazo, não há expectativa de mudança na tendência

O preço do milho no mercado brasileiro já acumula alta de 10% em outubro. Segundo a consultoria Safras & Mercado, na última sexta-feira, 25, o cereal fechou com a saca valendo, em média, R$ 40,28.

A empresa afirma que não há expectativa de mudança nesse cenário no curto prazo. Isso porque o clima segue desfavorável ao plantio do cereal e da soja, o que leva o produtor rural a reter a oferta na procura de cotações mais altas. Já os compradores são obrigados a comprar o produto com valores maiores.

Em uma tentativa de amenizar a disparada do grão, o governo anunciou recentemente um leilão de venda de 50 mil toneladas de milho de Mato Grosso para a quinta-feira, 31. “Não há certeza de que esse volume será suficiente para mudar o cenário de alta das cotações”, ressalta a Safras.

Quanto ao mercado externo, o ritmo de embarques do grão diminuiu nos últimos dias por conta da valorização do Real frente ao dólar. A expectativa é que o Brasil exporta em outubro um volume de 5,635 milhões de toneladas, o que deve contribuir para um cenário de preços sustentados.

Fonte: Canal Rural.

Antonio Senkovski

Repórter e produtor de conteúdo multimídia. Desde 2016, atua como setorista do setor agropecuário (do Paraná, Brasil e mundial) em veículos de comunicação. Atualmente, faz parte a equipe de Comunicação Social do Sistema FAEP/SENAR-PR. Entre as principais funções desempenhadas estão a elaboração de reportagens para a revista Boletim Informativo; a apresentação de programas de rádio, podcasts, vídeos e lives; a criação de campanhas institucionais multimídia; e assessoria de imprensa.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • _DSC2475
  • _DSC2477
  • _DSC2434
  • _DSC2435
  • IMG_3606
  • 0N4A4049
  • 0N4A4075
  • _DSC2343
  • _DSC2382

Boletim no Rádio