Staging - Sistema FAEP/SENAR-PR

Banca inicia avaliação dos trabalhos do Agrinho

Mais de 4,2 mil trabalhos foram selecionados. Resultado final será divulgado no dia 21 de outubro

A equipe responsável pelo Programa Agrinho deu início à mais uma etapa de seleção do concurso. Após o fim da triagem, processo no qual os desenhos, redações e outros materiais foram avaliados para a verificação das normas como data de postagem, assinatura e carimbo da direção da escola, 4.243 trabalhos estão habilitados para a edição 2019 do Concurso Agrinho. Agora, os selecionados seguem para a banca avaliadora, formada por técnicos do Sistema FAEP/SENAR-PR e entidades parceiras.

Segundo a pedagoga do SENAR-PR e uma das responsáveis pelo programa Josimeri Grein, a triagem auxilia o trabalho da banca de avaliação, que irá considerar os critérios pré-estabelecidos pelo regulamento para formulação da nota. “Durante a banca, um mesmo trabalho é avaliado por várias pessoas e todas seguem as orientações do regulamento. Por isso é importante que o professor fique atento a todos os itens e detalhes técnicos ao inscrever o seu projeto”, explica.

A avaliação dos trabalhos começou no dia 9 de setembro e segue até o dia 2 de outubro, nas categorias Redação, Desenho, Experiência Pedagógica, Relato Escola Agrinho, Relato Município Agrinho e Relato Núcleo Regional de Educação, sob o tema “As coisas que ligam o campo e a cidade e nosso papel para melhorar o mundo”.

Na categoria Experiência Pedagógica, os resultados da primeira fase serão divulgados no dia 18 de setembro, às 18 horas, conforme regulamento. A lista dos projetos classificados será divulgada no site do Programa Agrinho (www.agrinho.com.br). A segunda fase acontece nos dias 3 e 4 de outubro, quando os professores autores dos trabalhos participam da banca de defesa, em Curitiba. O resultado final será divulgado durante a festa de premiação no dia 21 de outubro, também na capital paranaense.

Desclassificação

Neste ano, foram registrados cerca de 6 mil trabalhos inscritos, sendo que parte foi desclassificada durante a triagem por não estarem de acordo com o regulamento. Os principais motivos para descarte foram: falta de assinatura do professor e/ou carimbo da direção da escola, ficha de inscrição incompleta e/ou incorreta, cabeçalho do formulário para a confecção do desenho ou redação incompleto, falta de título no desenho e/ou redação, fora do prazo de postagem, sem listagem oficial da escola com a relação dos alunos e/ou professores, sem capa ou com informações incompletas, redação com mais de 25 linhas, Experiência Pedagógica sem resumo ou acima de 20 linhas, entre outros.

A consulta da situação dos trabalhos inscritos pode ser feita pelo site do Programa Agrinho.

Leia mais notícias do agronegócio no Boletim Informativo.

Felippe Aníbal

Jornalista profissional desde 2005, atuando com maior ênfase em reportagem para as mais diversas mídias. Desde 2018, integra a equipe de comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR, onde contribui com a produção do Boletim Informativo, peças de rádio, vídeo e o produtos para redes sociais, entre outros.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • _DSC2475
  • _DSC2477
  • _DSC2434
  • _DSC2435
  • IMG_3606
  • 0N4A4049
  • 0N4A4075
  • _DSC2343
  • _DSC2382

Boletim no Rádio