Staging - Sistema FAEP/SENAR-PR

Avança o acordo sobre carne com Rússia

Ministério anunciou que formalizou o acordo de “prelisting” para habilitação de empresas que pretendem exportar carnes e lácteos à Rússia

Uma semana após a visita da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, a Moscou, o ministério brasileiro anunciou ontem que formalizou o acordo de “prelisting” para habilitação de empresas que pretendem exportar carnes e lácteos à Rússia.

Conforme comunicado da Pasta, o protocolo assinado pelo Serviço Federal Sanitário e Fitossanitário russo foi recebido na terça-feira pelo governo brasileiro. Pelo sistema de “prelisting”, o país exportador – no caso, o Brasil – envia uma lista dos frigoríficos e laticínios que atendem às regras dos russos. Antes do “prelisting”, uma planta só era habilitada após auditoria feita nas próprias unidades por técnicos da Rússia.

Por meio do acordo, o Ministério da Agricultura espera agilizar a habilitação de frigoríficos para a Rússia e, mais importante, reduzir o habitual vaivém de habilitações dos russos. De todo modo, o “prelisting” não impede que a Rússia faça auditorias a posteriori no país.

O “prelisting” será implementado em etapas até novembro, quando a Pasta enviará a lista dos frigoríficos que atendem às regras russas, explicou Tatiana Palermo, secretária de relações internacionais do ministério. Portanto, os frigoríficos já habilitados no sistema antigo não entram automaticamente no “prelisting”.

Fonte: Valor Econômico

André Amorim

Jornalista desde 2002 com passagem por blog, jornal impresso, revistas, e assessoria política e institucional. Desde 2013 acompanhando de perto o agronegócio paranaense, mais recentemente como host habitual do podcast Boletim no Rádio.

Comentar

Boletim no Rádio

Galeria | Flickr

  • AX4A4228
  • AX4A4219
  • 04128_LIDERES_2022
  • 08760_LIDERES_2022
  • 04117_LIDERES_2022
  • 04039_LIDERES_2022
  • 04069_LIDERES_2022
  • AX4A4850
  • 03552_LIDERES_2022

Boletim no Rádio